Retomada da obra dos viadutos é o fim de um pesadelo, diz prefeito

 Retomada da obra dos viadutos é o fim de um pesadelo, diz prefeito

 Num prazo de aproximadamente quatro meses as obras do elevado da rua Três e Meio, na entrada do bairro Floresta com a BR-364. A retomada das obras teve início no último fim de semana e na manhã desta sexta-feira (19) o prefeito de Porto Velho, dr Hildon Chaves, acompanhado do senador Ivo Cassol e do deputado federal Luiz Cláudio, além de técnicos do DNIT e engenheiros da empresa responsável pela obra visitaram o local, onde jornalistas participaram de coletiva de imprensa para falar sobre a obra.

Para o prefeito, a novela da conclusão dos viadutos já havia se tornado um pesadelo para a população e a retomada da obra é motivo para se festejar. Hildon Chaves destacou o empenho do senador Cassol e do deputado Luiz Cláudio para que a obra fosse retomada e concluída. Para isso, ele enfatizou o bom entrosamento com a bancada federal de Rondônia.

“Estamos priorizamos desde antes da nossa eleição o bom relacionamento com a bancada federal. Ainda no segundo turno reunimos com os oito deputados e os três senadores para a destinação de uma emenda de bancada para Porto Velho. E hoje temos uma emenda de R$ 132 milhões para aplicar em asfaltamento da cidade, o que é fruto desse trabalho”, afirmou.

O prefeito também afirmou que Porto Velho, por ser a capital do Estado, merece ser melhor tratada e que a conclusão das obras dos viadutos irá melhorar o aspecto da entrada da cidade. O prefeito lembrou também a recente parceria firmada com o Dnit, por meio da qual “a prefeitura vai trabalhar o aspecto paisagístico do trecho urbano das BRs 364 e 319. Queremos recuperar a autoestima dos porto-velhenses”, disse.

Atuação

A retomada das obras dos viadutos, para o prefeito era de suma necessidade por causa da questão da mobilidade urbana, principalmente com relação aos bairros localizados na zona sul da cidade. “A previsão do DNIT é concluir a obra, incluído o viaduto da Campos Sales, até o final do ano. E quando tiver concluída, vai desafogar o trânsito da zona sul para o centro da cidade”, disse.

Também em relação a melhoria da cidade, paralelo a obra dos viadutos executada pelo DNIT, a prefeitura, com recursos próprios, dentro de aproximadamente 10 dias, iniciará um programa de pavimentação para concluir as obras de asfaltamento que estão paralisadas. São ao todo 65 vias que serão trabalhadas em 17 bairros. São obras que eram financiadas pela Caixa Econômica Federal, mas foram paralisadas por algum tipo de pendência.

“Temos ainda a emenda de R$ 132 milhões para obras de asfalto que queremos iniciar também este ano. Há ainda obras de pavimentação no bairro Mariana e parte do São Francisco onde serão feitos 27 quilômetros de asfalto. Neste sábado, estarei na Ponta do Abunã anunciando 3,5 quilômetros de asfalto em Extrema e 2,5 quilômetros de asfalto em Nova Califórnia. Estamos trabalhando em várias as frentes para tirar nossa cidade do abandono”, afirmou o prefeito.

Autor / Fonte: Comdecom

Leia Também

Comentários