15 de outubro é Dia dos Professores

 Com um quadro composto por 618 professores efetivos e substitutos, o IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia) tem muito a reconhecer no trabalho de seus profissionais. Ofertando educação profissional e tecnológica, com ensino que vai do ensino médio à pós-graduação, a instituição tem trabalhado no incentivo à capacitação permanente e também na busca por melhores condições de atuação dos profissionais em atividades de ensino, pesquisa e extensão. Um dos orgulhos da instituição se relaciona à titulação dos docentes efetivos, que conta atualmente com Graduados (33), Pós-Graduados (173), Mestres (330) e Doutores (72).

Entre os 15 mil estudantes do IFRO, uma parcela está matriculada em um dos sete cursos de licenciatura ofertados nos campi Porto Velho Calama, Vilhena, Ji-Paraná, Cacoal, Ariquemes e Colorado do Oeste. Esta modalidade de ensino, assim como os programas especiais de formação pedagógica, com vistas na formação de professores para a educação básica, sobretudo nas áreas de ciências e matemática, e para a educação profissional, estão previstas na Lei de criação dos Institutos Federais, a 11.892/2008.

“Nós temos essa característica de formar professores licenciados e também os nossos cursos formam bacharéis que podem ser professores. Um agrônomo formado em Colorado do Oeste ou Ariquemes, por exemplo, pode dar aulas posteriormente. Temos muitos ex-alunos que atualmente são docentes. Esses egressos fizeram conosco cursos de licenciatura ou de bacharelado”, afirma o Pró-Reitor de Ensino, Moisés José Rosa Souza.

Na perspectiva da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional, a partir da Vigência do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI 2018-2022) as políticas de capacitação e qualificação dos servidores ganharam um status de ação estruturante para a implementação da estratégia de desenvolvimento institucional. “O PDI 2018-2022 traz como um objetivo específico para consolidar a capacitação e qualificação dos nossos servidores com foco nos resultados institucionais, este objetivo avalia desde as atualizações pedagógicas até o aumento da quantidade de servidores cursando mestrado e doutorado”, avalia o Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional Substituto, Leonardo Sousa Araújo.

Desta forma, a base de toda estratégia do PDI 2018-2022 foi em torno das pessoas. “É necessário ter pessoas capacitadas e qualificadas para melhorar processos internos, ampliar as nossas ofertas de cursos, pesquisas, projetos de extensão e inovação tecnológica. A nossa missão institucional é promover educação profissional que transforma a realidade do aluno e da sociedade e a partir das pessoas capacitadas e qualificadas teremos condições de formar alunos preparados para intervir na realidade social e capazes de contribuir significativamente para o desenvolvimento regional com sustentabilidade”, diz Leonardo.

Com 23 anos de serviços prestados à educação federal, o professor e Reitor Substituto do IFRO, Carlos Henrique dos Santos, destaca o papel social dos docentes. “O professor é a profissão mais sublime que nós temos, porque em todas as outras profissões os alunos passam primeiro por professores para só então conquistar uma certificação específica. Formamos muitos técnicos de nível médio e hoje por onde nós andamos em todo o Estado encontramos nossos egressos, todos eles trabalhando e contribuindo muito para o desenvolvimento de Rondônia. Quando vemos que nossos alunos alcançaram seus objetivos sentimos que o dever foi cumprido”, conclui o docente.

Autor / Fonte: ASCOM/IFRO

Leia Também

 
Loading...