A fleuma dos imbecis é viral, contagiosa e perigosíssima

A fleuma dos imbecis é viral, contagiosa e perigosíssima

Porto Velho, RO – Tudo no Brasil de hoje em dia é motivo para calorosos embates políticos e ideológicos. Respeito? É um vocábulo em desuso, cheio de teias de aranha e que, muito em breve, será ostentado apenas em museus da Língua Portuguesa e como artigo colecionável a decorar paredes por aí.

Todos querem empurrar a razão goela abaixo de seus adversários à base da rinha cibernética, verdadeiros galináceos trocando bicadas a torto e a direito.

E é por isso que a nossa história acaba de angariar mais um capítulo lamentável e vergonhoso após as execuções brutais da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Pedro Gomes, no Rio de Janeiro.

Em vez de prestar solidariedade às vítimas muita gente enviesada tentou desqualificar Marielle por suas predileções à esquerda espalhando mentiras nas redes, proliferando factoides e a desenhando como uma espécie de monstro engolido pelas próprias convicções.

E se você acredita que isso é coisa de ignorante e mal instruído, pense de novo: a desembargadora Marília Castro Neves, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ/RJ), contribuiu sobremaneira com o status viral das (des)informações pululadas.


A desembargadora, obviamente, deletou o comentário

De repente, a pessoa que morreu assassinada com rajadas de balas materializou-se como verdadeira inimiga do sempre autoproclamado “cidadão de bem” e, pelo menos para ala significativa da sociedade, o crime hediondo passou a figurar como fagulha casual de justiça norteada pelo adágio que versa “aqui se faz, aqui se paga”.

E é interessante observar que até a maior das desgraças serve muito bem de escada a personalidades que já beijaram a lona (e outras coisas bem piores), mas pretendem regressar à vida pública através da política. Um exemplo é o ator pornô Alexandre Frota que, por incrível que pareça, foi alçado à condição de expoente da pretensa nova República com prestígio de cientista político e social.


Médico condenado por estupro de vulnerável compartilha
vídeo do "cientista" Frota sobre o assunto

E são apenas os desavisados que o seguem? Nada disso. Aqui em Rondônia mesmo um médico condenado por estupro de vulnerável – e mais um monte de coisas – andou compartilhando a fala imbeciloide do redator que trabalha para Frota. (Sim, porque a “genialidade” dele é extraída das letras que escorrem pelo prompter, escritas, claro, por outro pulha).

Também por aqui, um delegado de Polícia (pois é!) aposentado saiu dando asas à imaginação de outros idiotas ao publicar uma foto de uma mulher sentada no colo de um sujeito qualquer.


Delegado de Polícia aposentado contribui com o segundo assassinato de Marielle: o da reputação

“Vereadora Marielle e Marcinho VP” e, logo depois, “Não preciso falar nada. A imagem fala por si” – contou o policial todo pimpão aos seus seguidores como se tivesse acabado de solucionar um crime.

Realmente, a imagem fala por si, caro delegado. Até porque é falsa, não é mesmo? E nos conta muito sobre a postura equivocada de um homem público a serviço do Estado que, em vez de proteger a lei e colaborar com a promoção real da justiça, age com imaturidade e irresponsabilidade ao ajudar a espalhar fake news.

E se colaborar com a destruição da reputação alheia – matando uma pessoa pela segunda vez – não é crime, então não sei mais o que é.

A verdade é que a fleuma dos imbecis vem alcançando níveis irrefreáveis revelando um futuro cada vez mais aterrador!

Autor / Fonte: Vinicius Canova

Leia Também

Comentários