Alianças ao governo consideradas impossíveis, Maurão de Carvalho-Luiz Cláudio, Acir Gurgacz-Léo Moraes

 

Parceria – Na sua coluna publicada no jornal “Diário da Amazônia” de hoje (13) o jornalista Carlos Sperança, um dos mais bem informado do Estado alerta sobre a possibilidade de ocorrer uma “salada” na composição das nominatas para disputar governo do Estado, duas das três vagas ao Senado, Câmara Federal e Assembleia Legislativa (Ale) em outubro próximo. Sperança diz: “...não se espante com alianças inusitadas, não fique perplexo com adversários históricos pulando cirandinha”. E realmente os bastidores da política estão movimentados e muitas parcerias consideradas impossíveis estão sendo cogitadas.

Impossível? – No jogo em busca do melhor para cada grupo político as hipóteses são muitas, sempre envolvendo os nomes que mais aparecem na mídia. Uma delas de o presidente da Ale, Maurão de Carvalho (MDB-Andreazza) governador e o deputado federal Luiz Cláudio (PR-RO) como vice. Junto viria o grupo do senador Ivo Cassol, do PP. Também não estaria descartada uma dobradinha do senador Acir Gurgacz (PDT) governador e Maurão de vice. Ou o governador Daniel Pereira (PSB) a reeleição tendo como vice Acir. Sonho?

Impossível? II – Há mais dobradinhas que seriam, a exemplo das já citadas, de forte potencial eleitoral como o ex-prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (PSB) tendo como vice o deputado estadual e presidente do Podemos em Rondônia, Léo Moraes. Seria a força do interior somada com a popularidade do deputado Léo, a princípio pré-candidato à Câmara Federal com a força política de Jesualdo na região central, segundo maior colégio eleitoral do Estado, o mais importante município do interior.

Impossível? III – Também poderemos ter Maurão ao governo e Léo Moraes vice. Ou Acir dobrando com Léo. O jovem deputado Léo é um dos mais assediados para concorrer a vice, pois disputou a Prefeitura de Porto Velho em 2016 e ficou na segunda colocação. Perdeu para Hildon Chaves (PSDB), que não vem conseguindo realizar um bom trabalho. Hildon até poderia ser um forte aliado numa eleição a governador, no maior colégio eleitoral do Estado, com mais de 300 mil votos, mas não consegue deslanchar administrativamente. As hipóteses são muitas e até as convenções partidárias aparecerão outras não menos impossível. Quem viver verá...

Jaru – O MDB presidido no Estado pelo suplente de senador Tomaz Correia tem encontro marcado para o próximo dia 23, na Câmara Municipal de Jaru, a partir das 9h. A exemplo do DEM, PP, PR e PDT,que estão reunindo filiados, prefeitos, vereadores e deputados para debater os projetos visando as eleições gerais de outubro próximo, quando serão eleitos de presidente da República a deputados estaduais, menos prefeitos e vereadores, o MDB ajusta suas bases.

Respigo

O governo do Paraná estuda a troca da frota de veículos menores por Ubers ou táxi. Estudos comprovaram que a economia para o Estado é grande +++ Na próxima segunda-feira (18) é feriado estadual e o próximo final de semana será prolongado. Estará sendo comemorado o Dia do Evangélico, comunidade que predomina no Estado no segmento religioso +++ Hoje (13) é quarta-feira, mas já é possível notar que Porto Velho está com menor movimento de veículos e pessoas na área central. Tem muita gente viajando para o interior e a outros estados aproveitando o feriado do dia 18, porque o aeroporto e o terminal rodoviário estão com movimentação intensa +++ O ex-procurador do Ministério Público, aposentado, Ivo Benitez mantém sua disposição em disputar o governo do Estado nas eleições deste ano. Filiado ao PSDC, Benitez percorre o interior mantendo contato com lideranças e discutindo seus planos como pré-candidato a governador.

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Leia Também