Ampliação do projeto de capacitação dos conselhos da mulher na região amazônica é debatido na Secretaria de Políticas para Mulheres   

Ampliação do projeto de capacitação dos conselhos da mulher na região amazônica é debatido na Secretaria de Políticas para Mulheres   

Reunião em Brasília

Com o objetivo de fortalecer e melhorar a qualidade de vida das mulheres de Rondônia e da Amazônia, foi firmada uma parceria entre o Governo do Estado, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (Ifro), e  a Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), órgão ligado à Presidência da República,  propondo  ampliação do projeto de capacitação para conselheiras mulheres.

O assunto foi a pauta da reunião  na quarta-feira  (16), em Brasília, agendada pela deputada federal Marinha Raupp que contou também com a presença da  secretária adjunta da SPM, Maria Aparecida Moura, do superintendente de Integração do Estado de Rondônia em Brasília (Sibra), Carlos Terceiro, e da pró-reitora de extensão  do Ifro, Maria Goreth  Reis.

A parceria que iniciou em 2017 com o projeto de valorização de mulheres, já atendeu vários municípios de Rondônia. Nesta reunião  o Ifro apresentou  uma proposta para que seja criada a  segunda etapa, que é um aditivo para um novo projeto com a SPM de capacitação para conselheiras da mulher, uma vez que,  o Ifro adquiriu  conhecimento  de conteúdo para esta capacitação.

A deputada  Marinha Raupp enfatizou que Rondônia é um estado carente nessa área de fortalecimento e empoderamento da mulher. “Estamos trabalhando arduamente para que isso aconteça. Que a gente consiga a emancipação da mulher de forma bem positiva”, disse a parlamentar.

De acordo com Maria Gorete,  esse convênio certifica a renovação para a capacitação das mulheres. “O mais importante desse processo é que o Ifro está saindo da sala de aula para uma parceria direta com a comunidade”, enfatizou a pró-reitora.

O superintendente da Sibra,  representou o governador Daniel Pereira na audiência, e afirmou que essa  parceria é  extremamente importante porque busca  resultados práticos para a  valorização da mulher na região amazônica.

Durante a reunião, Marinha  também reivindicou do governo federal, a criação da Casa da Mulher Brasileira e a Casa da Mulher de Fronteira. Segundo ela, Rondônia é uma estado estratégico  e que precisa cuidar cada vez mais da mulheres.

Autor / Fonte:  Zózimo Macedo/Secom

Leia Também

Comentários