Brasil: fiasco na estreia

Brasil: fiasco na estreia

Professor Nazareno*

Estou muito chateado: a Suíça “só empatou” com o Brasil na estreia da Copa do Mundo de futebol na Rússia. Era para ter saído vitoriosa. O placar de 1 X 1 foi de bom tamanho para os molengas jogadores do Brasil.Pelo que jogou nosso time, esse resultado foi para nós uma espécie de vitória contra a aguerrida seleção alvirrubra. Os suíços dominaram a partida do começo ao fim e se o seu técnico, e dirigentes, tivessem acreditado que os brasileiros são medrosos e covardes também dentro do campo, poderiam ter nos dado uma goleada histórica.Nenhum jogador brasileiro se destacou em campo, apesar dos milhões que ganham de salário. O nosso gol foi de pura sorte: Philippe Coutinho, atacante do nosso time, chutou meio sem querer da entrada da área. A bola bateu na trave e por puro capricho, e sorte nossa, foi para dentro do gol suíço.

Os suíços empataram logo no início do segundo tempo. Gol legal do forte e viril zagueiro Steven Zuber. E não foi falta no Miranda como muitos disseram erradamente. O juiz não viu nada de anormal, o bandeirinha também não viu, os juízes de vídeo não viram. A FIFA não viu. Ninguém viu. Sóalguns brasileiros viram. A disputa foi normal. Havia nove brasileiros e o suíço (veja foto). No escanteio, o europeu subiu mais alto do quetodo mundo e cabeceou com convicção. A culpa foi da zaga brasileira e também do goleiro de 90 milhões de reais, que ganha 450 mil reais por mês e não sabe sair do gol. Como muitos brasileiros são ladrões e desonestos, acredita-se piamente que todo mundo também rouba só para nos prejudicar. Inclusive os juízes de futebol. Se o Brasil tivesse jogado bem melhor, teria dominado os suíços e metido uma enxurrada de gols neles.

Levando-se em consideração o que são os dois países no cenário internacional, era para nós termos levado uma goleada da Suíça. Aliás, perdemos em tudo e só ganhávamos no futebol. E agora nem isso acontece mais. Neymar ganha por mês “somente” doze milhões de reais e o “cara” que fez o gol do Brasil ganha 4,5 milhões. Os dois e todo o time nacional era para ter jogado bem mais. Miranda, o que disse ter sido empurrado, ganha na Inter de Milão mais de 1,3 milhão de reais.Adenor Leonardo, o risível técnico da nossa seleção, é uma lástima. Pode entender de dominó, sinuca ou baralho, mas de futebol está nos devendo muita coisa. É um falastrão que só sabe usar a retórica. Fez três substituições que em nada contribuíram para melhorar a equipe. Ele é tão ruim e ultrapassado em futebol que devia ser treinador do Genus de Porto Velho.

Pelo que vi neste jogo, duvido até que o Brasil possa passar dessa primeira fase. E se não ganhar da “galinha morta” que é o time da Costa Rica, já era. Esses jogadores milionários deviam ser punidos quando não ganhassem. “Cada ponto perdido, vocês passarão uma semana morando em Porto Velho, capital de Roraima”. Com um castigo desses eles poderiam se empenhar mais nos jogos. Ganhar milhões para não jogar nada é mole. Quero ver ganhar um salário mínimo do Brasil e render o que muitos dos nossos trabalhadores rendem. “Venham ser professor em Rondônia para ver o que é bom pra tosse”. Os caras ganham “rios de dinheiro” e moram na civilizada Europa para fazer este papelão? Só não estou mais feliz porque a Alemanha perdeu para o México. Os brasileiros precisam agora voltar a gritar “Fora Temer” e “Lula Livre”, pois o futebol é como religião: “vital para os tolos, bobagem para os sábios e útil para os governantes”.

*É professor em Porto Velho

Autor / Fonte: Professor Nazareno

Leia Também

Loading...