Carnaval com fantasia dos Irmãos Metralhas, diretores de escolas corruptos, parceria PDT e PSB é pra valer?

 

Fujão – As escolas públicas estaduais de Rondônia são administradas pelos diretores, que são escolhidos pela comunidade. A corrupção, que não está presente, infelizmente, apenas na área pública também se manifesta na iniciativa privada. O diretor de uma escola estadual de Porto Velho está foragido, porque meteu a mão em R$ 120 mil do caixa do estabelecimento, verba destina a obras de reformas e adequações.

Fujão – A metodologia corrupta ganhou corpo. Em outra escola pública do Estado, também de Porto Velho, o diretor prestou contas de reformas no valor de R$ 150 mil. A Secretaria de Estado da Educação-Seduc encaminhou técnicos para fiscalizar as reformas e constatou que nada foi feito. Elas existiam (sic), apenas no papel. Quem conhece o cidadão garante que ele, a exemplo do outro, já está arrumando as malas para desaparecer, porque será intimado a devolver o dinheiro.

PDT – Estamos caminhando para o final da primeira semana do segundo semestre de janeiro. Até o final do mês o PDT deverá nominar quem será o vice do pré-candidato ao governo, o senador Acir Gurgacz e os nomes para as duas vagas ao Senado e os principais postulantes à Câmara Federal e Assembleia Legislativa (Ale). Resta saber, se caso o vice-governador Daniel Pereira (PSB) assumir o cargo de governador, com a esperada renúncia de Confúcio Moura (PMDB), até 5 de abril próximo para concorrer ao Senado ou Câmara Federal será mantida a parceria com o PDT.

Majoritária – O presidente regional do PSB, ex-prefeito de Porto Velho Mauro Nazif, pré-candidato à Câmara Federal disse em entrevista recentemente, que, caso o PSB assuma o governo, no caso Daniel governador, o partido disputará o cargo majoritário. Daniel será candidato. Caso assuma ele tem o compromisso de apoiar Confúcio. Também há negociações para o vice nem assumir e ser guindado ao Tribunal de Contas (TC) do Estado assumindo o presidente da Ale, Maurão de Carvalho (PMDB-Andreazza), que é pré-candidato. É um tabuleiro de xadrez.

Ressaca – No ano passado informamos pela coluna que no primeiro trimestre deste ano teríamos uma operação monstra em Rondônia envolvendo empresários, servidores públicos (inclusive com estabilidade, concursado) políticos e profissionais liberais. Maior que a Dominó. Uma equipe de delegados já está trabalhando há dias no Estado preparando a operação. A ressaca do Carnaval 2018 promete. Muita gente talvez brinque o carnaval deste ano com o uniforme dos Irmãos Metralhas. Quem viver verá...

Respigo

Após as festas de Natal e Ano Novo o dia a dia das famílias de Porto Velho vai retornando à normalidade. Já é possível notar uma movimentação maior na cidade, mesmo com as escolas paralisadas, devido ao recesso escolar +++ Pelo menos duas situações preocupam a população da capital. Uma delas o trânsito, que continua caótico, precário, além de motoristas e motoqueiros irresponsáveis complicando a situação +++ Outra é o transporte coletivo que não melhora, mas a cada dia fica pior. Será que a maioria do povo trabalhador, que depende do ônibus para cumprir seus compromissos não merece um transporte coletivo decente? +++ A enorme expectativa da maioria dos eleitores de Porto Velho, que elegeu o prefeito Hildon Chaves (PSDB) com mais de 65% dos votos válidos não se confirma nas ações. Hildon disse que conhecia um corrupto com o olhar e cinco minutos de conversa, mas tem dificuldades para escolher secretários e assessores competentes, que são poucos na sua equipe.

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Leia Também

Comentários