Coisa de criança: atleta do taekwondo coleciona medalhas e disputa Brazil Open

Coisa de criança: atleta do taekwondo coleciona medalhas e disputa Brazil Open

Kaike Rocha (da esquerda) coleciona medalhas de taekwondo em RO (Foto: Lívia Costa)

Brincadeira séria, assim o atleta Kaike Rocha leva o taekwondo enquanto vai conquistando espaço no esporte. Colecionador de títulos e com mais medalhas do que idade, o Dia das Crianças do atleta será diferente este ano. No dia 12 de outubro, o pequeno embarca para um grande desafio: o XXII Brazil Open Taekwondo 2017 em Londrina, PR.

- O esporte é minha vida, eu sou feliz por conquistar tantas coisas e vejo que ainda tenho muito mais para conseguir. Amo brincar com o que aprendo em cada treino, gosto de competir, isso resume a minha felicidade, eu sou a criança mais feliz do mundo. Esse ano vou passar o Dia das Crianças voando para mais uma conquista, eu trabalhei muito para isso - conta Kaike.

Ao todo, o atleta conquistou 19 medalhas em competições estaduais, mas a desenvoltura no esporte, o foco e a disciplina fazem de Kaike uma grande promessa para o esporte rondoniense, é o que explica o professor Idgan Ramos.

- O Kaike é um menino muito disciplinado, antes do treino fica atento aos outros atletas, sempre quer aprender um pouco mais, com um foco fora do comum e todo esse desejo de melhorar tem feito com que ele se destaque na academia. Apesar de pouca idade, Kaike é um atleta pronto e apto para grandes competições fora do estado.

Sandro Rocha, o pai do pequeno explica que colocou Kaike no esporte aos dois anos para "dar um jeito" na energia do menino, que desde cedo começou a dar indícios de que tinha habilidades para lutas.

- Ele era muito ativo, não conseguíamos controlar tanta energia, tanto que até os dois anos tivemos que correr com ele para hospitais pelo menos duas vezes, pois ele via alguma coisa na televisão e queria fazer igual, foi quando resolvemos colocá-lo no esporte e foi a melhor escolha que fizemos.

Sandro explica que para manter o filho dentro do esporte é preciso investir. E não é só no taekwondo que Kaike é destaque, o garoto ainda pratica karatê, capoeira e MMA, a nova paixão do atleta.

- Ele ama esportes, investimos nele com muito prazer, pois percebemos como é nato dele esse desejo de se superar. Não temos problemas com ele quanto a horário, ele é disciplinado em tudo e até nas brincadeiras coloca o esporte. Ele fica fazendo os movimentos da capoeira, une ao karatê e taekwondo e assim passa o tempo livre dele, agora pediu para entrar no MMA, fez uma aula experimental e já falou que, pelo menos um dia vai ser dedicado ao novo esporte.

Com seis anos e 19 medalhas, Kaike observa atletas antes de competir (Foto: Lívia Costa)

Toda essa dedicação não é apenas no esporte. Orgulhoso, Sandro diz que o filho é nota dez no tatame e fora dele. O pai do lutador explica que nas atividades escolares de Kaike, o reflexo da concentração e disciplina também são percebidos.

- Ele é nota dez! Não temos problemas com ele na escola, ele mesmo já se organiza para os horários de estudar, treinar e brincar e quando algo acontece que tire ele da rotina desses compromissos, ele sempre reclama.

Além do campeonato no Paraná, Kaike representará Rondônia no Manaus, AM, pelo 16º Eco Open Internancional de Taekwondo.

Autor / Fonte: Globoesporte.com/Rondonia

Leia Também

Comentários