Destruição de reserva ambiental repercute nacionalmente

Destruição de reserva ambiental repercute nacionalmente

Animais e nascentes de água estão em perigo com a devastação

Sobre a destruição da reserva ambiental em Nova União, município localizado a cerca de 90 quilômetros de Ji-Paraná, é necessário uma investigação pesada dos órgãos ambientais competentes.

Após o início do incêndio registrado no dia 8 de setembro, mais de 2.500 mil hectares de floresta foram destruídos e muitos animais mortos. Mas antes desse trágico incêndio, madeiras foram exploradas e vendidas na região e grandes áreas foram derrubadas. Ou seja, fica evidente que foi um incêndio criminoso.

Há também registro de que propriedades rurais localizadas próximo a reserva também foram afetadas com o alastramentos descontrolado das chamas. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, durante a ação para combater o incêndio, foi possível constatar uma grande quantidade de derrubada de árvores na região de Nova União. Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo foi controlado, sendo que as equipes estão na base sobre aviso porque a qualquer momento pode haver novos chamados de incêndio.  

QUEM SERÁ PUNIDO?

Mas afinal, quem estaria por traz dessa devastação? Quem será punido? Estamos falando de uma reserva com nascentes de água preciosas, entre elas a nascente do rio Boa Vista que abastece Ouro Preto do Oeste e a nascente do rio São Domingos que abastece Nova União.

O fato é que essa ação precisa ser investigada e a floresta destruída deve ser preservada e a área devastada regenerada ao longo dos anos.

REPERCUSSÃO

Várias emissoras de TV registraram o lamentável caso que também é evidenciado em outros estados do Brasil. Reportagens da Rede TV, SIC TV e Rede Amazônica repercutiram a tragédia ambiental em Nova União. A verdade é que a natureza pede socorro!

Autor / Fonte: Site Rul

Leia Também

 
Loading...