Editorial – Dr. Hildon precisa aproveitar o surf na onda da popularidade

Editorial – Dr. Hildon precisa aproveitar o surf na onda da popularidade

Porto Velho, RO –  Não é preciso ir a fundo na Internet para esbarrar com eleitores e/ou defensores do atual prefeito de Porto Velho Dr. Hildon de Lima Chaves, do PSDB. Isso significa, diferentemente do que ocorreu com o ex-prefeito Dr. Mauro Nazif (PSB), achincalhado pela crítica muito antes dos seus primeiros cem dias, que o tucano tem ainda a blindagem que o revestiu durante a campanha de 2016, principalmente a partir do segundo turno.

Chaves representava a muitos – e ainda representa a tantos – o novo em termos de postulação. O empresário bem sucedido, que largou a carreira no Ministério Público (MP/RO) e fez fortuna, apareceu de repente como a solução de todos os problemas da Capital, ideia abraçada pelos cidadãos da cidade das Três Caixas D’Água, cansados de empulhação, enrolação, descaso e incompetência.

Portanto, Dr. Hildon tem um enorme ‘abacaxi’ nas mãos: não tem o direito de falhar. Seus antecessores também não tinham, mas naufragaram e estão colhendo os frutos podres de suas respectivas atuações. No caso do peessedebista, afinado com a nova ‘cartilha postural’ de seu partido, ou seja, posando de Doria – o tucanato passou a emular o gestor de São Paulo em todos os rincões – cometer os mesmos ou piores erros crassos poderá ensejar mácula inapagável em sua biografia quase impecável.

É preciso ter um CPF, identidade!

O administrador tem a sorte de contar com o surf na onda de popularidade que o empurrou e ainda o impulsiona adiante. Só para dar um exemplo, quando a prefeitura decidiu cancelar os desfiles das escolas de samba agora em abril (?), Chaves foi exaltado ao colocar ponto final numa situação que ele próprio criou.

Esse revestimento, que pode ser espontâneo ou capitaneado por militância virtual, é primordial para que Lima saia dessa toca de elogios e migre completamente ao campo das realizações.

E é preciso admitir que a postura é outra. E a baliza, como não poderia deixar de ser, são os governos municipais anteriores.

Em 2017, já são 15 bairros completamente iluminados; dois mil buracos tapados; seis mil metros de canais limpos; mil caçambas de lixo recolhidas; limpeza em quarenta e cinco praças; duzentos quilômetros de estradas rurais recuperadas e quase três mil mudas de árvores plantadas.

A turma do quanto pior melhor está se dando mal porque as coisas estão mudando e os avanços sendo sentidos.

Dr. Hildon Chaves só tem de se recordar, todos os dias quando acorda, que essa estrondosa onda de popularidade já rendeu belos ‘caixotes’ aos mais variados surfistas da política, mas enquanto estiver em pé na prancha enfrentando as águas turvas da vida pública, terá a sustentação e o equilíbrio patrocinados por apoiadores fieis.

Autor / Fonte: Rondoniadinamica

Leia Também

Comentários