Editorial – Na pré-campanha rumo ao Governo de Rondônia, Ivo Cassol é o cavalo manco de alta performance

Editorial – Na pré-campanha rumo ao Governo de Rondônia, Ivo Cassol é o cavalo manco de alta performance

Porto Velho, RO – Se a legislação vigente e a Justiça Eleitoral fossem preto no branco, os senadores Ivo Cassol, do PP, e Acir Gurgacz, do PDT, seriam pré-candidatos, no máximo, a pentear macaco.

Ambos estão condenadíssimos pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Cassol foi punido, então, com quatro anos de detenção pela prática do crime de fraude em licitação; a pena do ex-governador acabou substituída por prestação de serviços à comunidade. Não existem, no caso dele, mais recursos à disposição.

RELEMBRE
STF acolhe embargos e fixa pena do senador Ivo Cassol (PP-RO) em 4 anos

Gurgacz, por outro lado, foi abalroado pelos malhetes da Suprema Corte em fevereiro deste ano, quando restou sentenciado a quatro anos e seis meses de reclusão por desvio de finalidade na aplicação de financiamento. Sua situação, no entanto, ainda pode ser revisada, pois restam recursos a exaurir.

CONFIRA
Senador Acir Gurgacz é condenado por desvio de finalidade na aplicação de financiamento

Mas os próprios especialistas do ramo voltado ao Direito Eleitoral apresentam visões completamente diferentes sobre esses casos argumentando, basicamente, em cima do tecniquês.

Logo, Cassol diz que é pré-candidato. Acir diz que é pré-candiato. Lula (PT), na prisão, diz que é pré-candidato. Nilton Capixaba (PTB), o Sanguessuga, diz que é pré-candidato. O vereador Zequinha Araújo (MDB), condenado em segunda instância por desviar dinheiro da Câmara para custear trabalhos de servidor em sua associação, diz que é pré-candidato.

São todos pré-candidatos!

E AINDA
2ª Turma condena deputado Nilton Capixaba por envolvimento na Máfia dos Sanguessugas


TJRO confirma penalidade de vereador por desvio de dinheiro para fins particulares

A despeito disso, impressiona a posição de Ivo Cassol na última pesquisa realizada pelo instituto Haverroth de Política, Estatística e Comunicação.

O Haverroth ouviu 4.417 eleitores rondonienses do dia 7 a 11 de junho. O intervalo de confiança da pesquisa é de 95% e a margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TRE- RO (Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia) sob o nº RO- 06627/2018.

Cassol surge com 41,3% das intenções de voto. Se concretizado o panorama nas urnas, será um verdadeiro massacre eleitoral.

Porém...

Embora seja um cavalo de alta performance numa pista cheia de pangarés, a disparada do progressista pode, sim, ser interrompida pela perna manca putrefata em chagas legais.

Autor / Fonte: Rondoniadinamica

Leia Também

Loading...