Eleições a prefeito de Porto Velho e Ji-Paraná movimentam política, Léo Moraes e Mariana na capital; Laerte, Airton e Sílvia Cristina são nomes mais citados em Jipa

 

BR 364 – A direção do Dnit em Rondônia foi eficiente e rápida na solução do problema ocasionado com o rompimento de uma cabeceira de ponte na principal rodovia federal no Estado, na tarde/noite da última quarta-feira nas imediações da Fazenda Nova Vida, no trecho Ariquemes a Jaru. Em menos de 24 horas o problema foi solucionado e o tráfego regularizado na tarde de ontem (7). Méritos também para os deputados federais Léo Moraes (Podemos-RO), Sílvia Cristina (PDT-RO), Coronel Chrisóstomo (PSL-RO), Jaqueline Cassol (PP-RO) e o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) que cobraram com firmeza junto ao Dnit em Brasília solução urgente para o problema.

Prefeito – O político que se elege deputado federal tem a dificuldade de ficar muito distante do eleitorado. 70% das pessoas que votam em federais, a não ser quem tem vários mandatos, não são lembrados pelos eleitores, por isso a importância do trabalho na base, do vereador, do prefeito. Hoje temos pelo menos meia dúzia de pré-candidatos em potencial a prefeito nas eleições do próximo ano nos dois maiores colégios eleitorais do Estado. Em Porto Velho (Léo Moraes-Podemos e Mariana Carvalho-PSDB) são dois nomes com enormes chances de sucesso devido ao histórico político positivo.

Prefeito II – Léo Moraes e Mariana Carvalho são dois nomes expressivos para disputar a sucessão do prefeito de Porto Velho Hildon Chaves (PSDB) em 2020. Mariana já foi candidata, perdeu, mas na eleição seguinte se elegeu deputada federal e foi reeleita em 2018. Ela preside os tucanos no Estado, fator importante no processo eleitoral. Léo Moraes é o nome forte para governar a capital. Foi o deputado federal mais bem votado em outubro último (69.565). Perdeu as eleições em 2016 para Hildon por falta de maior experiência, o que não ocorre hoje.

Prefeito III – Léo Moraes preside um partido (Podemos) no Estado, que elegeu dois deputados estaduais (Cirone Deiró, de Cacoal e Cássia do Muleta, de Jaru), o que é fundamental para uma eleição a governador (2022), que seria o planejamento do jovem deputado federal, mas sem descartar uma candidatura a prefeito da capital no próximo ano, onde está concentrado o maior número de eleitores do parlamentar. As pessoas mais próximas de Léo garantem que ele deverá apoiar alguém do partido a prefeito. Já o Coronel Chrisóstomo, ainda, tem que trabalhar muito e torcer, para uma boa administração do governador Marcos Rocha (PSL), para aspirar uma candidatura a prefeito da capital. 

Prefeito VI – As eleições a prefeito de Ji-Paraná deverá ser disputada voto a voto. O atual presidente da Assembleia Legislativa (Ale), Laerte Gomes (PSDB) é candidato e está se preparando para conseguir seu objetivo. O PDT tem dois nomes em condições de se eleger prefeito: o ex-deputado estadual Airton Gurgacz e a deputada federal Sílvia Cristina, que já foi vereadora das mais atuantes, trabalho que a levou à Câmara Federal. O nome do atual prefeito, Marcito Pinto (PDT), que era vice e assumiu com a renúncia de Jesualdo Pires (PSB), que foi candidato a Senado também está entre os “prefeituráveis” para as eleições de 2020. E o senador Marcos Rogério (DEM-RO), hoje a maior expressão política da nova safra do segmento no Estado, deverá apoiar alguém, porque seu planejamento é para 2022. Quem viver verá...

Respigo

O deputado Jean Oliveira (MDB-Alta Floresta) tem o controle da Escola do Legislativo, da Assembleia Legislativa. A escola, que já foi exemplo no apoio às câmaras municipais com cursos e palestras, na época do ex-deputado Carlão de Oliveira, fundador da importante ferramenta de apoio ao legislativo é prioridade na Casa do Povo +++ A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) manteve contato com o general Santos Filho, na última quinta-feira (7), diretor geral do Dnit para tratar da BR 364, rodovia que há tempo não atende a demanda mínima do movimento de veículos no Estado. Esta semana com um agravante, devido o rompimento da cabeceira da ponte sobre o igarapé “Valha-me Deus”, às imediações da Fazenda Nova Vida, no trecho Ariquemes a Jaru +++ O problema foi solucionado em 24 horas pelo Dnit e o transito, que ficou interrompido já foi liberado na noite de ontem (7). Jaqueline recebeu a informação, que a ponte sobre o Riozinho, no distrito do mesmo nome, que pertence a Cacoal começará a ser recuperada a partir do próximo mês de junho, porque apresentou problemas de estrutura e poderá “rodar” se as providências não forem tomadas +++ Na próxima semana o ex-deputado federal Luiz Cláudio deverá assumir a Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) de Porto Velho. Mais uma mudança na equipe do prefeito Hildon Chaves (PSDB) que deverá anunciar outras mudanças, inclusive na Semusa.

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

LAVATO CAR

Comentários

Leia Também

 
Loading...