Em troca de alguns milhões

Lenha na Fogueira

Tudo indica que os subsídios relativos aos Editais de fomento à cultura, serão repassados as entidades selecionadas, na próxima semana. Música, Teatro, Fotografia, Audiovisual fazem parte desse Projeto.

********

Só quem ainda não vai receber, são os que inscreveram Projetos no Edital da Literatura. A Curadoria ainda está analisando os Projetos.

********

Isso quer dizer, que em breve, os artistas começam percorrer todo o estado mostrando seus trabalhos. Parabéns a equipe da Sejucel comandada pelo Fabiano.

*******

Aliás, a premiação do 13º SART também está dentro do cronograma de pagamento da Sejucel que pode começar na próxima semana. Os sete classificados com obras no SART, meterão a mão na bufunfa dentro em breve.

********

Essa ação da Sejucel em “pagar” os classificados nos Editais e no Sart, está acontecendo, porque o governador Daniel Pereira não exonerou ninguém da Superintendencia de Esportes, Juventude e Cultura – SEJUCEL o que quer dizer, que os processos não ficaram parados.

********

Agora a expectativa volta-se para a inauguração da biblioteca José Pontes Pinto. Está faltando apenas os móveis novos chegarem.

********

Em troca de alguns milhões, o Lago da Usina de Santo Antônio será aumentado em 80 centímetros. A turma que visa mais o lucro financeiro que o ambiental, não tá nem aí se muita gente vai ficar sem poder plantar ou usufruir de sua propriedade. Os mais prejudicados serão os moradores do distrito de Jacy Paraná.

********

Será que Hum Milhão vai resolver o problema dos municipios. Porto Velho vai ganhar uma bolada que beira os 30 Milhões, aí vale a penas arriscar a vida dos outros. Deveriam aproveitar o Lago do Madeira com criação de peixe. Peguem os BAGRES cruze-os para o outro lado das turbinas. Ajudem jatuaranas, piaus, curimatã, matrinxã, pacu, sardinha, branquinha e tudo quanto é qualidade de peixe a vencer a barragem e assim, teremos a melhor compensação ambiental e social. Em tempo de campanha política tudo é válido!

*******

O negócio anda tão desacreditado que até Sexta Feira 13 não assombra mais ninguém, ou não deixa alguns apreensivos. Hoje é sexta feira 13 e tudo continua como dantes no quartel de Abrantes.

*******

A movimentação no Pacáas Novos do CPA esta intensa. É um entra e sai de pessoas no prédio onde está o gabinete do governador. Cuidado com o elevador superlotado!

********

A superintendência de Turismo – SETUR pelo menos até ontem, estava à deriva. Acontece que o Júlio Olivar pediu demissão para ser candidato e ninguém foi nomeado até agora, com isso, não tem quem responda pela entidade.

********

Ainda bem que a equipe é das melhores, agora, falta só o Comodoro. Aposta aberta: Quem será o Superintendente da SETUR? Com a palavra o Dr. Mirandinha!

*******

Tão falando que quem vai “mandar” no Turismo oficial, é o Podemos de Léo Moraes. Então vamos ficar esperando pra ver que PODE mais. “Quem pode mais, chora menos”.

*******

To mesmo é com saudade da Fina Flor do Samba no Mercado Cultural. Ernesto Melo, quando é que você vai voltar com a roda de samba?

*******

Agora é oficial, a eleição na FESEC vai acontecer no dia 30 deste mês, uma segunda feira. Mamedes diz que cansou e por isso, está querendo entregar a presidência da entidade maior das nossas escolas de samba.

*******

Pelo que sei o candidato da escola Diplomatas do Samba é o Athaide Santos. Dizem nos bastidores que a Anne será a candidata da Acadêmicos da Zona Leste e o Reginaldo Makumba pela Asfaltão e ainda tem o Dagmar que tá querendo entrar na parada, falta só uma escola de samba para apoiá-lo.

*******

Olha só! Amanhã a grande pedida a partir do meio dia, é curtir o programa do Carlinhos Maracanã na Rádio Cultura FM 107.9.

Carnavalescos convocados para´eleição na Federação - Fesec

A Federação das Escolas de Samba e Entidades Carnavalescas de Rondônia – FESEC vai realizar eleição para eleger presidente e vice, no próximo dia 30 de abril.

De acordo com o Estatuto da entidade, qualquer pessoa pode se candidatar aos cargos, desde que seja apresentado por uma entidade filiada a Fesec. “Algumas normas devem ser observadas para que a candidatura não seja impugnada”, disse a presidente e da Comissão Eleitoral Anne Mamedes.

As inscrições das chapas vãs até o dia 20 deste mês. A eleição propriamente dita vai acontecer no dia 30 na sede da Associação Comunitária de Amigos e Moradores do Bairro Floresta a rua Açaí com a Três e Meio no Bairro Floresta. “Os Associados terão entre 19 e 20 do dia 30 para depositarem seus votos na urna”, disse Anne.

A administração que tem a frente o presidente Hudson Mamedes termina seu mandato no mês de maio, durante o tempo que essa equipe permaneceu à frente da entidade, apenas dois desfiles das escolas de samba aconteceram, o do ano de 2017 e o deste ano 2018. “No governo do prefeito Mauro Nacif a Funcultural só realizou os desfiles de 2017, enquanto na atual administração que começou em 2017, somente neste ano de 2018, conseguimos colocar as escolas de samba na rua”, disse o presidente Hudson Mamedes.

Para Inscrever a Chapa

- Ofício da Agremiação que irá indicar os candidatos ao cargo.

- Declaração que não é presidente de agremiação.

- Declaração que não tenha lesado o patrimônio social da FESEC.

- Declaração que não esteja de alguma forma impedida Civil e/ou Criminal, por má gestão de recursos.

-
- Declaração que não tenha nada que o impeça de assumir o cargo.

Ficha de inscrição poderá ser solicitada pelo e-mail ou whats da Comissão Eleitoral e a inscrição entregue no endereço avenida Calama, 5944C, Igarapé até a data estipulada.

Antologia da Acler com crônicas de seus membros

A “Antologia ACLER/2017”, reunindo crônicas, contos e poesias de seus membros, será lançada no próximo dia 20, sexta-feira da semana que vem, 19h30, em ato a acontecer na sede da Associação do Ministério Público – Ampro, no Ipase Novo.

A Antologia, conforme o presidente Francisco Chagas da Silva, da Academia de Letras de Rondônia, ACLER, “é uma proposta dos acadêmicos de difundir melhor a produção literária em vários campos, reunindo num só volume textos escritos tratando de temas diversos o que vai demonstrar a diversificação de assuntos abordados em seus livros”.

O presidente elogiou a atenção da presidência da Ampro em ceder seu espaço para a realização do evento, “o que mostra a preocupação daquela entidade com a cultura e a nossa literatura”.

O diretor da ACLER Samuel Castiel, que já participa de outras produções literárias conjuntas e antologias, entende que “o lançamento desse trabalho, escrito a muitas mãos pelos acadêmicos, se torna importante em razão de ali o público leitor ter uma visão do que a produção literária local pode oferecer em termos de qualidade e de difusão da nossa cultura”.

Autor / Fonte: Zekatraca

Leia Também

Comentários