Empresas de tecnologia focam em inovação para agilizar o trabalho jurídico

Empresas de tecnologia focam em inovação para agilizar o trabalho jurídico

A evolução tecnológica tem revolucionado o mundo em todos os sentidos. A tecnologia oferece benefícios para a vida pessoal e profissional, ampliando as possibilidades de lazer, tornando o trabalho mais prático e aproximando as pessoas.

Na área jurídica, por mais que esse pareça um mercado que nada tem a ver com tecnologia, as inovações também oferecem muitas vantagens e estão mudando a vida dos profissionais. O objetivo é agilizar o trabalho, tornando-o mais rápido e eficiente e oferecendo melhores resultados tanto para as empresas quanto para os clientes. É a possibilidade de fazer com que a justiça aconteça de forma mais simples e rápida, com menos burocracia.

Pensando em solucionar os problemas da área, empresas de tecnologia apostam em desenvolver softwares que atendam as necessidades da área jurídica e tornem os processos mais eficientes e produtivos, transformando o dia a dia dos profissionais. Apontaremos aqui alguns exemplos de empresas que possuem sistemas jurídicos para órgãos públicos e softwares para advogados.

Lawtechs e a inovação para o trabalho jurídico

Law e Technology são as palavras cuja junção resulta em lawtech, termo utilizado para denominar as empresas que utilizam a tecnologia para criar produtos e soluções relacionadas ao Direito.

Esse mercado está crescendo bastante, e a tendência é de que cresça cada vez mais. As empresas de tecnologia voltadas para o mercado jurídico já oferecem produtos que abrangem diversas áreas diferentes. Existem soluções específicas para os advogados e escritórios de advocacia e também estratégias para que o público em geral tenha um acesso facilitado à justiça e à resolução de seus problemas.

Tecnologia e a resolução de conflitos extrajudiciais

Existem algumas plataformas criadas para desburocratizar os processos jurídicos e fazer com que os conflitos extrajudiciais sejam resolvidos de forma mais simples e muito mais ágil, por meio de acordos ou outras soluções.

É o caso da plataforma Acordo Fechado, que tem como objetivo solucionar casos negociáveis com acordos entre ambas as partes. Processos que levariam meses ou anos na Justiça podem se resolver em horas com a ajuda da lawtech. Outro exemplo é a startup Sem Processo, que trabalha de forma semelhante, conectando empresas com processos em curso e o advogado que entrou com o processo, para verificar a possibilidade de um acordo.

Tecnologia e as soluções para os advogados

Também existem as lawtechs que desenvolvem soluções voltadas especificamente para advogados e escritórios de advocacia, para agilizar a rotina de trabalho e garantir organização e controle facilitados. É o caso da Aurum, que trabalha com sistemas de advocacia com funcionalidades muito interessantes.

Um destes softwares é o Astrea, que tem como objetivo facilitar a gestão de processos e a organização de todos os departamentos de um escritório. Por meio do software, é possível ter fácil acesso a todos os processos do escritório que estão em andamento, com busca e atualizações automáticas.

Também é mais fácil manter a ordem e o controle, já que é possível reunir todos os arquivos e documentos em um só lugar, diminuindo a necessidade de organizar centenas de folhas de papel. Ainda, no próprio software, é possível criar documentos nos padrões jurídicos e enviar para que o cliente possa assinar.

Esses são apenas alguns exemplos de empresas de tecnologia voltadas para o ramo jurídico e de como elas têm impactado o dia a dia dos profissionais do segmento. Assim como em outras áreas, o Direito também possui uma demanda grande por sistemas, e isso só demonstra a tendência de que novas organizações tecnológicas passarão a investir no setor.

Autor / Fonte: Assessoria

Leia Também

 
Loading...