Encontro do MDB muda de Cacoal para Jaru, Jesualdo confirma pré-candidatura ao Senado, DEM convida governador Confúcio

 

MDB – A mudança sem uma explicação lógica do segundo encontro regional do MDB (o primeiro foi realizado em Vilhena, na última sexta-feira-16), de Cacoal para Jaru é no mínimo estranha. Em Vilhena estava tudo certo que o partido se reuniria em Cacoal, dentro da programação do diretório regional de se preparar para as eleições de outubro próximo, porque há tempo já tem o candidato à sucessão do governador Confúcio Moura (MDB), o presidente da Assembleia Legislativa (Ale), Maurão de Carvalho (MDB-Andreazza).

Estranho – A prefeita de Cacoal, Glaucione Rodrigues (PMDB), que foi a segunda mais bem votada do Estado, nas eleições de 2014, pelo PSDC, se filiou ao PMDB a convite de Maurão de Carvalho. Quando candidata a prefeita teve apoio irrestrito de Maurão, do senador Valdir Raupp, do governador Confúcio Moura e da cúpula do partido, liderada pelo suplente de senador e presidente do partido, Tomás Correia. Há quem diga que Glaucione estaria disposta a buscar outra sigla partidária, por isso o cancelamento do encontro. Quem viver verá.

Senador – O prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (PSB) já definiu seu futuro político e disputará as eleições deste ano a uma das duas vagas ao Senado. Ele já criou até um grupo de WhatsApp “Eleições 2018, Jesualdo para o Senado”. Se havia dúvida sobre o futuro político do prefeito de Ji-Paraná, agora não tem mais. A partir de 5 de abril o prefeito da segunda maior cidade do Estado será o atual vice, Marcito Pinto, do PDT.

PT – O advogado Marcos Pereira há dias vem se apresentando como pré-candidato do PT ao governo do Estado. É certo que o partido está “baleado” em todo o país, após o impeachment da presidente Dilma Rousseff e presença constante de militantes do partido na mídia, de forma negativa. O PT sempre fez prévias, plenárias e, após muita discussão os candidatos eram escolhidos. Acreditamos que o PT de Rondônia não tem a força que já teve, mas o presidente do diretório regional, deputado estadual Lazinho da Fetagro, ainda, pilotará um grupo de candidatos onde Marcos Pereira não deverá ser o candidato ao governo. Quem viver verá.

DEM – O governador Confúcio Moura (MDB) tem mais uma sigla partidária, caso realmente opte pela mudança de partido, para disputar as eleições de outubro próximo em busca de uma das duas vagas ao Senado. Pessoas ligadas à cúpula do DEM garantem que Confúcio foi convidado a concorrer este ano pela sigla presidida no Estado pelo deputado federal Marcos Rogério. Além da opção de permanecer no MDB, Confúcio tem convites do PSB e do PDT e agora o do DEM. Não será por falta de partido que Confúcio ficará fora das eleições.

Respigo

O ex-prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho, do PT provavelmente não disputará nenhum cargo eletivo nas eleições deste ano. Seu nome já estava sendo comentado com ênfase nas rodas políticas como pré-candidato, mas nos últimos dias a informação é que ele está fora +++ Estamos em ano eleitoral, por isso políticos com mandatos e aspirantes a cargos eletivos devem tomar cuidado para não cometer crime eleitoral. O mais comum é de propaganda eleitoral antecipada e abuso de poder econômico +++ Como exemplo, citamos o fim da carreira de um político dos mais atuantes do Estado, o ex-deputado (federal e estadual) e ex-prefeito de Ariquemes, Francisco Sales, que foi cassado do cargo de prefeito em razão de um logotipo da administração estampado em uma máquina pesada +++ O empreiteiro Chagas Neto, ex-deputado federal é o pré-candidato da Federação das Indústrias de Rondônia-Fiero a deputado estadual. A federação está fechada com o empreiteiro, um dos mais experientes políticos do Estado. 

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Leia Também

 
Loading...