Força tarefa nas linhas resolve emergências: operação nos bairros começa nesta semana

Força tarefa nas linhas resolve emergências: operação nos bairros começa nesta semana

As máquinas da Prefeitura devem voltar suas atenções para os bairros mais necessitados de Vilhena nesta semana, após cumprir diversas missões emergenciais na zona rural do município. Foram necessárias intervenções para reconstrução de pontes, desobstrução de linhas e recuperação de estradas intransitáveis que isolavam comunidades após intensas chuvas.  

A pedido do prefeito Eduardo Japonês, toda a estrutura elencou as prioridades para garantir acesso à Educação, Saúde e livre trânsito de todos os moradores da zona rural, cerca de 5 mil na cidade.

Uma das equipes da Secretaria de Obras está na linha 142, sentido rio Barão do Melgaço, a aproximadamente 30 quilômetros da BR-174. Estão sendo realizados encascalhamento e patrolamento na referida linha. Pelos menos três quilômetros inteiros da via estão sendo recuperados totalmente.

Há ainda um grupo de máquinas e servidores trabalhando atualmente na linha 145 realizando recuperação de pontes e bueiros que com as fortes chuvas poderiam impedir a trafegabilidade da população, tanto transporte normal de passageiros e conduções escolares. Este trabalho de prevenção evitará que a Semosp precise se deslocar para a região novamente, já que está preparando as estradas para o período das tempestades.

Já na região do Rio Claro, conhecido como “Dona Zéfa”, uma terceira equipe se concentra na restauração de uma das pontes ali existentes, medindo aproximadamente 7 metros de comprimento por quatro e meio de largura.

FOCO NA CIDADE - Até sexta-feira duas destas equipes irão concluir os serviços na zona rural e se dedicar aos pontos emergenciais de cada bairro afastado, castigados há muitos anos pelas poças de água, buracos e falta de drenagem pluvial.

 

“A secretaria tem feito os trabalhos continuaram em ritmo acelerado para não deixar a população desassistida tanto na área urbana quanto na rural. O prefeito nos cobra constantemente e estamos agindo conforme suas orientações e pedidos”, explica o secretário de obras, Carlos Schramm.

Autor / Fonte: Assessoria

Leia Também

 
Loading...

Comentários