Governador Confúcio Moura autoriza o o asfaltamento da Rodovia do Boi no Sul de Rondônia

Governador Confúcio Moura autoriza o o asfaltamento da Rodovia do Boi no Sul de Rondônia

Responsável pela maior produção de grãos, o Sul de Rondônia ganha rota alternativa para o escoamento de alimentos encurtando distância até aos portos graneleiros em Porto Velho. No sábado (17), o governador Confúcio Moura autorizou o início da pavimentação asfáltica da Rodovia do Boi com a proposta de abrir novas fronteiras agrícolas e aliviar o tráfego pesado de carretas e bitrens na rodovia BR-364, a principal estrada de Rondônia onde trafegam 1500 carretas diariamente, segundo estatísticas de órgãos públicos oficiais. A empresa responsável pela obra, a WJC, já prepara o canteiro de obras e inicia as atividades em drenagens e construções de galerias.

A Rodovia do Boi é uma rota alternativa para o transporte da produção do Sul de Rondônia

Também batizada como TransRondônia, a Rodovia do Boi vai ligar Pimenteiras do Oeste a Guajará-Mirim. O primeiro trecho, entre Pimenteiras e Corumbiara já está sendo pavimentado pelo governo estadual, por meio do Departamento de Estradas e Rodagens (DER). A autorização de asfaltamento ocorrida no sábado vai unir Corumbiara ao distrito de Vitória da União.

Outros trechos para pavimentação asfáltica até o município de Parecis já estão em andamento na Superintendência Estadual de Licitações (Supel), em Porto Velho, totalizando 200 quilômetros de estrada. A nova rodovia vai seguir paralelamente ao traçado da BR-364.

“Até o final de março deve ocorrer a finalização da licitação dos demais intervalos, que deve empregar mais de 700 pessoas”, anunciou o diretor-geral do DER, Ezequiel Neiva, ressaltando que a TransRôndonia vai oportunizar a abertura de 150 mil hectares de lavouras. “É o reflexo do desenvolvimento da região a partir da rodovia”, assinalou Neiva.

O Sul do estado produz 100% do algodão, 87% do milho, 80% de soja e responde também por 40% do rebanho bovino rondoniense. Apesar da propriedade rural de Alois Roberto Boscardin não estar localizada no eixo da TransRondônia ele não acreditava no asfaltamento da rodovia. “Estou há 20 anos no município e não esperava assistir a assinatura dessa ordem de serviço. Acompanhei as primeiras colheitas de soja na região, que cabiam em apenas três caminhões”, disse o produtor Boscardin, afirmando que “o asfalto traz valorização das propriedades e expansão do agronegócio”.

“A Rodovia do Boi tem uma grandeza para Rondônia. Ela vai atender outras regiões como a Zona da Mata, o Vale do Guaporé, as bacias leiteiras de Ouro Preto e de Jaru, a região do Vale do Jamari. Toda Rondônia será beneficiada. É uma rodovia para escoamento de produção de larga escala”, destacou o governador Confúcio Moura, antes de autorizar o asfaltamento que será usinado a quente.

Confúcio Moura pediu aos prefeitos, vereadores, deputados e moradores das cidades que serão beneficiadas com a TransRondônia que monitore e fiscalize a qualidade do serviço a ser executado. “Denuncie ao Ministério Público caso a obra não esteja sendo realizada de excelente qualidade”, pediu o governador Confúcio, o empenho da sociedade na fiscalização das obras. “É o nosso sonho. É a rodovia do progresso”, finalizou o governador.

A solenidade foi prestigiada por autoridades federais, estaduais e municipais, além de moradores de Corumbiara e região.

Autor / Fonte: Paulo Sérgio/Secom

Leia Também

Comentários