Há meses a população não conta com atendimento odontológico pelo SUS

Há meses a população não conta com atendimento odontológico pelo SUS

Posto de Saúde Carlos Chagas

Os moradores da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste que não têm condições financeiras para custear um tratamento odontológico, ou até mesmo em caso de urgência, se for preciso extrair um dente, estão a mercê da sorte, já que o município há tempos não vem fornecendo nenhum tipo de atendimento voltado à saúde bocal da população, mesmo tendo uma odontóloga contratada.

O município possui em seu quadro de funcionários uma dentista que está lotada no Centro de Saúde Carlos Chagas. Mas, por falta de material, não realiza nenhum tipo de procedimento. Há alguns meses essa mesma odontóloga atendia apenas crianças e só as que residiam na região coberta pela Unidade Básica de Saúde (UBS).

Recentemente, a aposentada Neuza Serafim de Oliveira, moradora da rua Getúlio Vargas, precisou realizar a extração de alguns dentes, e ao procurar atendimento no Centro de Saúde Carlos Chagas, foi informada de que a odontóloga não estava realizando tal procedimento por falta de materiais. A paciente, por sorte, foi atendida por um dentista particular que, após tomar conhecimento da situação, realizou as extrações e não cobrou pelo trabalho.

Assim como a mulher acima citada, centenas de outros moradores de Ouro Preto do Oeste, por não terem condições financeiras para ter acesso a um atendimento odontológico particular, são obrigados a se submeter ao total descaso por parte da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSAU), que não vem cumprindo com seu papel, que é fornecer aos munícipes pagadores de seus impostos, atendimento dentário.

Uma servidora da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSAU), que optou por não se identificar, disse que já foram oficializados dois pedidos de material junto à SEMSAU para a sala de odontologia, mas que em nenhuma das vezes a solicitação, feita por meio de ofício,teria sido atendida. A redação procurou explicação junto à assessoria de imprensa da Prefeitura por meio de e-mail, mas não obtive nenhuma resposta até o fechamento desta matéria.

Autor / Fonte: Gazeta Central

Leia Também

Comentários