Israel exige na ONU retirada imediata de forças iranianas da Síria

Israel exige na ONU retirada imediata de forças iranianas da Síria

Israel exigiu hoje (22) nas Nações Unidas a retirada "imediata" de todas as tropas e milícias iranianas da Síria e reiterou que está disposto a continuar usando a força para responder às ações contra Teerã. "Israel não quer nenhuma escalada, mas está preparado e capaz de proteger os seus cidadãos e a sua soberania da ameaça iraniana", referiu Danny Danon, embaixador de Israel nas Nações Unidas, numa audiência perante o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

Danon defendeu os bombardeamentos israelitas contra alvos iranianos perto de Damasco, em resposta ao lançamento de um míssil contra o seu território no domingo (20) e solicitou à comunidade internacional que condene Teerã pelo que apelidou de "ato de agressão".

O míssil disparado do território sírio demonstra, segundo Danon, uma infiltração iraniana na Síria, que Israel considera uma ameaça à sua segurança.

"O Irã deve, sem condições, retirar completamente a sua presença militar e as suas milícias sírias. Deve fazer isso imediatamente", realçou.

No debate sobre a situação no Oriente Médio no Conselho de Segurança, o embaixador de Israel denunciou as ações do Irã, que acusou de gastar sete milhões de dólares (cerca de 28 milhões de reais) por ano na sua "rede terrorista" na região.

O embaixador de Israel disse ainda que Teerã forneceu fundos para os grupos armados palestinos em Gaza e que está tentando criar uma "nova frente" contra Israel na "Judeia e Samaria" - denominação adotada pelo Governo de Israel para o território mais conhecido como Cisjordânia.

Autor / Fonte: Notícia ao Minuto

Comentários

Leia Também

 
Loading...