Jaqueline Cassol se prepara para 2018, técnicos da Semtran leigos em trânsito, PF se aproximando de Rondônia



Futuro –
A advogada Jaqueline Cassol, que preside o PP no Estado se prepara para disputar as eleições do próximo ano. Jaqueline concorreu ao governo do Estado em 2014, mas não chegou ao segundo turno. Agora ela percorre o Estado participando e oferecendo palestras sobre assuntos diversos como a do próximo dia 18, em Cacoal, sobre Master Coach Pessoal e Profissional Master Tranner em Programação Neuro Linguística-PNL com o tema “O Futuro é Construído Agora”, no auditório do Hotel Catuaí a partir das 19h30.


Jogo – A maneira populista, mas inteligente de reunir a população oferecendo cursos importantes, como o citado tendo professora do nível de Cristiane Farias, da Fundação Milton Campos (FMC), que estará em Cacoal aproxima as pessoas. A experiência de Jaqueline nas eleições de 2014 e a força do irmão, o senador Ivo Cassol (PP-RO) são garantias de bom desempenho em 2018. A proposta de Jaqueline é a Câmara Federal, mas caso Cassol não consiga viabilizar sua candidatura a governador, o nome na agulha é o de Jaqueline.

Trânsito – A bagunça no trânsito em Porto Velho é um problema crônico da cidade, que o prefeito Hildon Guedes (PSDB) está tendo dificuldade para organizar. O diretor da Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran), Marden Negrão, não consegue melhorar o setor. Dois engenheiros de São Paulo, especialistas na área estão na capital há tempo e ficaram surpresos, quando se reuniram com pessoal da Semtran. Os “técnicos” da secretaria não conseguiram responder perguntas simples, básicas, corriqueiras sobre trânsito.

Incompetência – Há que se reconhecer que os problemas do complicado e violento trânsito de Porto Velho não está limitado à incapacidade da Semtran, porque a sinalização é péssima, a organização ruim, a fiscalização é especializada em multar e a orientação é zero. Motoqueiros (não motociclistas) e motoristas irresponsáveis são problemas que poderiam ser amenizados se o trabalho fosse ostensivo-preventivo. Fiscalizar e orientar ajudaria a reduzir a violência. Punir com severidade, inclusive com a apreensão do veículo de quem “fura” semáforos, não respeita faixas de segurança, estacionamento regulamentado e limite de velocidade ajudaria muito na disciplina, mas como, se nem os técnicos da Semtran sabem o que se deve e não se deve fazer. É o fim da rosca...

Chegando – Apesar do acúmulo de trabalho da Polícia Federal (PF) empenhada até o pescoço na Operação Lava-Jato, onde muitos caciques da política estão respondendo pelos crimes que praticaram contra o dinheiro público na Justiça, aos poucos as investidas vem chegando à região Norte. Nos últimos meses, além de Brasília, onde há o foco maior de corrupção, a PF já passou pelo Mato Grosso do Sul, mais recentemente em Tocantins e esta semana no Mato Grosso. Aos poucos vem chegando a Rondônia. A Dominó (200¨) é “café pequeno” se comparada a que está na “agulha” da Justiça. Quem viver verá...

Respigo

Proposta do deputado estadual Airton Gurgacz (PDT/Ji-Paraná) foi aprovada esta semana, no plenário da Assembleia Legislativa, de Voto de Louvor pela passagem dos 24 anos de circulação do jornal “Diário da Amazônia”. O aniversário do DA foi no último dia 13 e a homenagem será entregue na próxima segunda-feira (18) às 8h30 no gabinete do deputado na ALE +++ Choveu hoje (15) em Porto Velho, após às 12h30. Mas a temperatura se manteve em 32 graus até o fechamento da coluna, por volta das 16h +++ Há tempo o deputado estadual Hermínio Coelho (PDT-PVH) não concedia uma entrevista interessante –e importante– como a do Rondônia Dinâmica esta semana, que ainda está na capa do jornal eletrônico.  Sem agressões verbais, como era de costume contra o governador Confúcio Moura (PMDB). Hermínio foi muito feliz na entrevista ao jovem e cada vez mais experiente jornalista, Vinícius Canova, editor do site +++ Hermínio tem uma reeleição sem muitas dificuldades, porque tem amplo trânsito junto a classe trabalhadora. Se a opção for pela Câmara Federal, como se comenta, certamente terá dificuldades. 

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Leia Também

Comentários