Membros do Conselho Superior do Instituto de Educação Profissional de Rondônia tomam posse para o mandato de um ano

Membros do Conselho Superior do Instituto de Educação Profissional de Rondônia tomam posse para o mandato de um ano

Em solenidade na manhã desta quinta-feira (12), o Governo do Estado deu posse aos novos titulares e suplentes do Conselho Superior do Instituto de Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional (Idep) de Rondônia para o mandato de um ano, podendo ser reconduzidos por igual período. Presidido pelo professor Miguel Câmara Novaes, também presidente do Idep, o Conselho tem por missão supervisionar, deliberar e controlar a estrutura organizacional do Instituto de Educação Profissional, criado em dezembro de 2016 pela Lei Complementar 908 com o propósito de oferecer à sociedade rondoniense oportunidades educacionais gratuitas para a profissionalização da mão de obra com vistas ao desenvolvimento socioeconômico do estado.

O Idep é uma autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Educação (Seduc), dotada de autonomia administrativa, pedagógica, disciplinar, financeira, orçamentária e patrimonial, gestora da política de educação profissional do estado e um dos parceiros das políticas sócio educacionais, conforme destacou a secretária Angélica Ayres.

De acordo com Miguel Câmara, o Idep conta com quatro unidades executoras da política de educação profissional no estado, que são o Centro Técnico Estadual de Educação Rural Abaitará (Centec), de Pimenta Bueno; Escolas Técnicas Estaduais, Polos de Educação Profissional anexos às escolas estaduais e Centros de Educação e Jovens e Adultos (Ceeja) e instituições educacionais privadas. Nas escolas técnicas pelo menos 3.340 alunos estão sendo beneficiados por cursos profissionalizantes, enquanto no município de Costa Marques cinco turmas concluíram cursos que atendem às peculiaridades da região, como gastronomia regional, guia de turismo, recepção e auxiliar financeiro e administrativo. “A expectativa é que neste ano sejam capacitados 8.300 jovens e adultos em todo o estado, inclusive de etnias indígenas, quilombolas, ribeirinhos, de assentamentos e rurais”, adiantou, completando que no Abaitará são 273 alunos matriculados em cursos diversos.

Para fortalecer as ações profissionalizantes, o presidente do Idep informou também que parcerias estão sendo discutidas com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO), Ministério Público (MPE) e a Polícia Federal, com foco no atendimento aos reeducandos, que hoje são 336 em 12 municípios. Câmara também falou sobre a reunião realizada nessa quarta-feira (11) com representantes da Fundação de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fapero) para tratar da implantação do Núcleo de Extensão e Pesquisa do Idep.

Estudiosos apontam que só com a melhoria da educação é possível obter êxito na geração de emprego e no combate à violência.

Além do presidente, o Conselho é formado por titulares e suplentes representando os professores e diretores das unidades de educação profissional, alunos, servidores técnicos e administrativos, ex-alunos, membros da sociedade civil, do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintero), indicados pelo governo, da Seduc, da Diretoria Executiva de Tecnologia da Informação, da Procuradoria Geral do Estado e da Fapero

Autor / Fonte: Veronilda Lima

Leia Também

Loading...