Site do Mato Grosso diz que filho de vereador de Rondônia dado como desaparecido está preso por abuso sexual

Site do Mato Grosso diz que filho de vereador de Rondônia dado como desaparecido está preso por abuso sexual

Michael Dhefferson Borges, de 19 anos, foi detido por policiais rodoviários em Várzea Grande

THAIZA ASSUNÇÃO 
DO MIDIANEWS

O estudante de Engenharia Civil da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Michael Dhefferson Borges, de 19 anos, dado como desaparecido desde a última sexta-feira (19), na verdade, está preso no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) - antiga Cadeia Pública do Carumbé - pelo crime de abuso sexual. 

ENTENDA
Desesperado, vereador noticia desaparecimento do filho e pede ajuda nas redes sociais

O desaparecimento do jovem foi comunicado à Polícia Civil no domingo (21). Segundo boletim de ocorrência, o estudante sumiu quando voltava de Rondônia, depois de passar o período de férias com a mãe.

Michael Borges, no entanto, foi preso dentro do ônibus por policiais rodoviários federais, acusado de abusar de uma passageira.

À polícia, a vítima – que tem 23 anos – relatou que foi tocada no seio pelo jovem que estava sentado na poltrona atrás da que ela ocupava, passando a mão entre a janela e o assento.

O motorista foi informado da situação e parou o veículo no posto da PRF, em Várzea Grande. Os policiais entraram no ônibus e prenderam o jovem em flagrante. 

Conforme a Secretaria de Estado de Direitos Humanos (Sejudh), , Michael Borges passou por uma audiência de custódia na cidade e teve a prisão em flagrante convertida para preventiva.

Ele foi encaminhado para o CRC no sábado (20). 

Ao MidiaNews, o tio do jovem, Matheus Borges, confirmou que o estudante continua preso e está tentando providenciar o alvará de soltura dele no Fórum.

O desaparecimento

Michael é natural de Presidente Médici (RO) e veio para a Capital mato-grossense em março do ano passado, após passar no vestibular. Ele mora com um primo no Bairro Jardim Leblon. 

Conforme Matheus, na quinta-feira (18) à tarde, o estudante embarcou na rodoviária de Presidente Médici em um ônibus da empresa Itamarati, com destino a Cuiabá.

O tio disse que, na sexta-feira, por volta de 9h30, ele entrou em contato com sua irmã, dizendo que já estava chegando à Rodoviária de Cuiabá.

“No entanto, ele não apareceu em casa. O celular dele só dava desligado. Fui até a rodoviária conversar com o pessoal da empresa, mas sequer me deram a lista de quem estava no ônibus”, contou.

Matheus afirmou que o jovem é muito responsável.

“Ele não tem envolvimento com nada, não mexe com nada errado. Pelo contrário, é um menino muito dedicado, responsável”, afirmou.

Leia mais sobre o assunto:

Estudante de Engenharia desaparece em viagem de RO a Cuiabá

Autor / Fonte: MidiaNews

Leia Também

Loading...