Novo fardamento da PM mobiliza deputados, Follador quer saber da compra de tratores, empresário de Ji-Paraná disputa sucessão de Confúcio

 PM – Há dias a coluna noticiou que a Polícia Militar de Rondônia estaria mudando de fardamento, inclusive a cor, hoje azul escuro, noticiou também, que a empresa para confeccionar o fardamento já estaria “escolhida”. Agora a situação chegou à Assembleia Legislativa (Ale). O deputado estadual Jesuíno Boabaid (PMN-PVH) argumentou na reunião das comissões permanentes da Ale, que a situação seja discutida e que as partes devem ser ouvidas. Está correto.

Agricultura – Não há dúvida que a produção agrícola e o setor pecuária são as molas mestras do progresso e do desenvolvimento de Rondônia. Em 2017 foi aprovado pelos deputados a compra de tratores e equipamentos agrícolas, pelo governo do Estado, graças a recursos oriundos de emenda coletiva da bancada federal de R$ 156,5 milhões. A finalidade é de atender a agricultura familiar no Estado. Ótimo.

Agricultura II – O deputado Adelino Follador (DEM-Ariquemes) teve requerimento aprovado esta semana, na Assembleia Legislativa (Ale) cobrando do governo do Estado como está a situação da compra de tratores e equipamentos. Há denúncias que está ocorrendo direcionamento na licitação de quase 500 tratores. Follador quer a relação da empresa ou empresas vencedoras dos certames e o cronograma de entrega. Seria conveniente o Ministério Público (Federal e Estadual) acompanhar o processo.

Governo – A fonte não disse o nome, mas garante que tem plenas condições de candidatar-se. Há um movimento para que um empresário, muito bem relacionado de Ji-Paraná dispute a sucessão do governador Confúcio Moura (MDB), nas eleições deste ano. O cidadão não é político e teria demonstrado intenção em concorrer a cargo público. Como as convenções ocorrerão somente no período de 20 de julho a 5 de agosto, ainda há tempo suficiente para que a situação seja formatada. Mas é bem provável que o cidadão participe das eleições.

Senado – O maior prejudicado, ao menos por enquanto, com a “briga” entre o governador Confúcio Moura e o vice, Daniel Pereira (PSB) é o prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (PSB), que é pré-candidato a uma das duas vagas ao Senado. A confirmação da pré-candidatura de Jesualdo dependerá da futura posição de Confúcio, que a princípio também concorreria ao Senado. Confúcio deu uma de D. Pedro I: diga ao povo que fico! Se ficará ou não o povo só saberá no próximo dia 7, quando terminará o prazo para desincompatibilização.  

Respigo

Desde o início da semana que o aeroporto de Cacoal está inoperante, devido a um buraco na área de taxiamento. Aeroporto moderno e apto a receber aeronaves de grande porte é lamentável a falta de maior responsabilidade de quem cuida da manutenção acarretando sérios prejuízos para os passageiros e para a economia do município +++ O prazo para deputados (federal/estadual) mudarem de partido terminará no próximo dia 7. Na Assembleia Legislativa vários estarão buscando novos partidos, como Só na Bença, do MDB, mas que está em busca de um novo partido +++ A vereadora de Ji-Paraná, Sílvia Cristina (PDT), pré-candidata a deputada federal não está se limitando apenas com o eleitorado do município. Tem percorrido vários municípios mantendo contatos com lideranças de inúmeros segmentos da sociedade em busca de apoio +++ O transporte coletivo urbano de Porto Velho, de responsabilidade (sic) do Consórcio SIM, de apenas uma empresa continua ruim. Ônibus velhos e mal cuidados circulando pelas ruas e avenidas de Porto Velho e não se sabe como, pois pelo que se saiba, não há um contrato, legal, vigente com o município.

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Leia Também

Comentários