Novos confrontos deixam ao menos 4 mortos em Gaza

Novos confrontos deixam ao menos 4 mortos em Gaza

Em mais um dia de violência na fronteira entre Faixa de Gaza e Israel, o Exército do país judeu trocou tiros com o braço armado do grupo fundamentalista Hamas, que controla a região, nesta sexta-feira (20).   

Segundo fontes locais, ao menos quatro pessoas morreram e 120 ficaram feridas no lado palestino. De acordo com o próprio Hamas, pelo menos três falecidos eram combatentes de sua milícia, as Brigadas Izz ad-Din al-Qassam: Shaaban Abu Khattar, Muhammad Farhan e Mahmud Keshta.   

A quarta vítima foi identificada como Sharif Badwan.    "Continuaremos nossa luta sem fim até a remoção do bloqueio de Gaza. Olho por olho, dente por dente", disse o grupo no Twitter.   

Os militares israelenses soaram sirenes de alarme em alguns vilarejos do deserto de Neguev, após o Hamas ter lançado pelo menos três mísseis da Faixa de Gaza - dois foram interceptados pelo sistema de defesa antiaérea Iron Dome, e um caiu em um campo.   

"Todos nós devemos dar um passo atrás, antes do caixão. Não na semana que vem, não amanhã, agora" disse o enviado das Nações Unidas para o Oriente Médio, Nickolay Mladenov. Essa foi a primeira vez que atiradores do Hamas abriram fogo contra uma unidade do Exército de Israel desde o início das manifestações de sexta-feira em Gaza, no fim de março.   

Desde então, mais de 100 palestinos já morreram nos conflitos. A tensão acontece quatro anos após a última guerra na região, deflagrada em julho de 2014 e que deixou um saldo de mais de 2 mil vítimas. 

Autor / Fonte: Notícia ao Minuto

Leia Também