Pagamento de precatórios do processo de servidores da educação e técnicos do ex-território de Rondônia foi confirmado, em Brasília

Pagamento de precatórios do processo de servidores da educação e técnicos do ex-território de Rondônia foi confirmado, em Brasília

Brasília – Encaminhar com urgência os recursos referentes ao processo 2039/89 dos servidores da educação e técnicos administrativos federais do ex-território de Rondônia para o TRT de Rondônia, foi a promessa do presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro João Batista Brito Pereira, durante reunião nesta quarta-feira (13), com o senador Ivo Cassol, o deputado federal Luiz Claudio e o superintendente de Integração do Estado de Rondônia em Brasília (Sibra), Carlos Terceiro.

Durante o encontro, o ministro afirmou que o tribunal tem interesse em enviar rapidamente o valor referente aos precatórios e tem ciência que o processo tem décadas e todos os eventuais questionamentos já foram elucidados.

O senador Cassol destacou que esteve recentemente no Ministério da Fazenda e o órgão garantiu que nesses dias estaria repassando o recurso aos cofres do TST. “O ministro garantiu que assim que o recurso estiver na conta do TST vai transferir para o Estado de Rondônia de modo que os servidores que aguardam há tantos anos possam finalmente ser contemplados com essa reivindicação”, disse.

O deputado Luiz Claudio declarou que está comemorando o posicionamento do ministro, pois alguns servidores inclusive já foram a óbito aguardando o desfecho do processo.

Para Carlos Terceiro, estes recursos que vem reparar os servidores que entraram com esta ação será fundamental para o Estado. “Vim aqui representando o governador Daniel Pereira e acredito que a conclusão deste processo vai beneficiar muitas famílias e movimentar a economia local de modo a favorecer o desenvolvimento de diversos setores estaduais”, pontuou.

Também participou da reunião o advogado da ação movida pelo Sintero, Luiz Belmonte.

Autor / Fonte: Alex Nunes/Secom

Leia Também

Comentários