Polícia Civil esclarece crimes de Homicídios com requintes de crueldade

Polícia Civil esclarece crimes de Homicídios com requintes de crueldade

  Na manhã desta quinta-feira, (11/01), o Delegado Titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Vida, Dr. Vinícius Lucena, concedeu entrevista ao jornalista e apresentador Ricardo Schwantes, falando sobre a apreensão de um menor de 13 anos. Investigadores da equipe da Homicídios do 2º DP e o Delegado esclareceram os crimes que tiveram como vítimas: David Batista da Silva, 24 anos e Emílio Garcia do Nascimento, 16 anos. Para a surpresa dos investigadores, um menor de 14 anos participou das execuções, como também é suspeito de ter participado de outro crime. Após os Homicídios, o menor ficou conhecido como “Lucífer”, devido o grau de maldade e crueldade empregadas pelo menor na prática de seus crimes. A Polícia acredita que o grupo possa ter praticado muito mais crimes que deverão ser esclarecidos em breve.

1° Crime: de Homicídio:

Aconteceu na madrugada de quarta-feira, (25/10/2017), e o corpo foi localizado às 06 horas em uma alameda próxima à Rua Bolívia no Setor 02 de Ariquemes. David Batista da Silva, 24 anos, foi executado com várias facadas, somando ao total 27 perfurações. Dr. Vinícius afirmou que os assassinos, revezaram no momento de executar a vítima, ou seja, cada um desferia golpes alternadamente. Os motivos que levaram a execução de David seria uma discussão sobre droga em uma boca de fumo.

2° Crime: Tentativa de Homicídio

Às 23h50m de uma quarta-feira, (08/11/2017), um adolescente de 16 anos foi atingido com um tiro no rosto em sua residência na Rua Alegria, Bairro Jardim Feliz Cidade em Ariquemes. Dois elementos chegaram em uma Motoneta Biz de cor preta e atiraram contra o adolescente, fugindo na sequência. A vítima foi levada para Porto Velho em estado grave. Apuração da motivação do crime estaria relacionada a drogas, é o que se sabe até o momento. Neste crime o menor estaria envolvido.

3° Crime: Homicídio

O Corpo de Emílio Garcia do Nascimento, 16 anos, foi localizado em um terreno na Rua Pioneiro André Ribeiro, Setor 02 Ariquemes, no dia 21/12/2017, uma quinta-feira. Emílio foi executado com requintes de crueldade, teve uma faca cravada na boca e a cabeça enrolada com pedaço de rede, além de também ser amarrado. Foi apurado que o menor teve participação no crime e o motivo da faca cravada na boca seria pelo fato da vítima ter presenciado um crime e comentado com outras pessoas. Para causar medo e pânico aos demais, Emílio foi executado cruelmente e a faca cravada na boca foi um aviso, caso alguém se atrevesse a falar algo sobre suas práticas, teria o mesmo fim.

Em poder do Estado, o menor foi encaminhado ao Centro Sócio Educativo de Ariquemes, onde ficará até serem apurados os demais casos que estão sob investigação da Homicídios.

Autor / Fonte: ariquemes190

Leia Também

 
Loading...