Porto Velho - Funcultural acerta detalhes para o desfile das escolas de samba, dia 24

Porto Velho - Funcultural acerta detalhes para o desfile das escolas de samba, dia 24

O presidente da Funcultural, Ocampo Fernandes, reuniu a equipe de trabalho na manhã de sexta-feira (16) para tratar dos últimos ajustes do desfile das escolas de samba, que será realizado no próximo dia 24, no Parque dos Tanques.

Seis agremiações participarão do desfile, sendo quatro do grupo especial – Diplomatas, São João Batista, Império do Samba e Asfaltão – e duas do grupo de acesso: Acadêmicos da Zona Leste e Armário Grande. A Rádio Farol não desfila este ano. O município fez o repasse de recursos para as agremiações no dia primeiro de fevereiro. O valor foi rateado entre as escolas, sendo 75% para as do grupo especial e 25 para as do grupo de acesso.

APURAÇÃO

A apuração dos votos das Escolas de Samba este ano será realizada pela primeira vez no Mercado Cultural de Porto Velho, no domingo 25 de fevereiro, às 16h. A decisão foi tomada pela Funcultural, em comum acordo com a Federação das Escolas de Samba (Fesec).

Após a apuração, a Funcultural promoverá o baile “Devolve a Chave”, quando o rei Momo e sua corte devolverão a Chave da Cidade ao prefeito dr Hildon Chaves. O baile será no Mercado Cultural. Marchinhas de Carnaval e samba enredo a marcarão o evento.

“O Mercado Cultural é o local ideal para esse tipo de evento, por ser centralizado e já conhecido do grande público”, declarou Ocampo Fernandes. Ele aproveitou para destacar o apoio que dr Hildon deu à festa momesca deste ano, levando o público a elogiar a organização do Carnaval, que atendeu a todos os segmentos (infantil e adulto) e regiões da cidade – Centro, zona Leste e zona Sul.

“A preocupação da Prefeitura foi resgatar o Carnaval tradicional, de marchinhas, que vem perdendo espaço para as músicas de axé e funk”, declarou Ocampo Fernandes, acrescentando ser preciso “criar um novo público para esse estilo de música. Por isso a importância de fomentar baile infantil onde se toque apenas marchinhas para que as crianças aprendam a gostar desse ritmo”, defendeu.

Autor / Fonte: Assessoria/Prefeitura

Leia Também