Prefeito Hildon, cuidado com os sonsos!

 Por que as sinalizações de chão nas avenidas e ruas da nossa Capital desaparecem mal acabam de ser pintadas?

Você sabe? Ou pelo menos desconfia?

Onde ainda se ver faixa de pedestre? Olhe os cruzamentos, frente de escolas, hospital, bancos, vias de grande movimento de veículos e pedestres. O que se ver é indício de que já houve.

Ainda que o prefeito Hildon Chaves determine à Semtran que sinalize todas as pistas da cidade, e o secretário cumpra a ordem, menos de mês depois só restará indícios.

O que ficará é o pedestre sendo alvo fácil de uma grande quantidade de motoristas irresponsáveis e de motociclistas assassinos.

Dos dois, o motociclista é, de longe, o mais temido. No máximo ele buzina. Se não sair da frente, passa por cima. Mesmo que morra junto. Mas não usa o freio.

Como educar esses agentes do trânsito? Um diz que não há sinalização. Outro atravessa a rua em qualquer lugar, por não haver faixa de pedestre.

Mas por que não tem a dita faixa do pedestre?

Porque ela foi pintada com material de baixa qualidade, quase zero de adesividade. A empresa contratada gasta pouco com produto de baixo custo e assim, garante a existência de serviço todo mês.

Como não há fiscalização nem da Câmara Municipal nem do Ministério Público, sobra espaço para cobrar mais por serviço a menos.

Alguém irá contar quantas faixas ou outros sinais foram pintados nas ruas da cidade? Claro que não! Portanto vale o que está na nota fiscal.

E assim, se alimenta a provável caixa de propinas. Para quem mesmo? Deixo por conta de sua imaginação.

Só mais uma pergunta: Por que será mesmo que a empresa que cuida da sinalização de trânsito de Porto Velho é a mesma desde os tempos de Chiquilito? Hein! Cê sabe?

É doutor Hildo Chaves! Se cuide, senão acabarão com a boa fama que lhe fez chefe do executivo da Capital de Rondônia. Essa gente sonsa como boi, não brinca em serviço.

OsmarSilva – jornalista – Presidente da Associação da Imprensa de Rondônia-AIRON – sr.osmarsilva@gmail.com

Autor / Fonte: Osmar Silva

Leia Também

Comentários