Primo do senador Ivo Cassol é encontrado morto em lago de Brasília

Primo do senador Ivo Cassol é encontrado morto em lago de Brasília

O corpo resgatado pelo Corpo de Bombeiros do Lago Paranoá na manhã desta terça-feira (21/8) é de Aloísio Bergamim, assessor parlamentar que trabalhava no gabinete do senador Ivo Cassol (PP-RO).

A vítima é primo do parlamentar de Rondônia. O cadáver foi reconhecido por Sandro Bergamin, também funcionário de Cassol e irmão de Aloísio. No momento em que foi retirado das águas pelos militares, ele trajava apenas camiseta azul e cueca e não apresentava sinais de que pudesse ter sofrido qualquer violência.

Segundo informações da Polícia Civil, o carro dele foi localizado na QI 7 do Lago Sul com sinais de batida. As investigações estão sob a responsabilidade da 10ª Delegacia de Polícia.

Clara Baringo, 32 anos, que costuma praticar remo no Lago Paranoá todas as manhãs, foi quem viu o homem morto. Imediatamente, a jovem acionou a polícia. “Eu estava remando com mais seis colegas quando olhamos algo estranho boiando no lago. Inicialmente, pensamos que seria uma sacola de plástico, mas chegamos mais perto e percebemos que era um corpo. Ficamos em choque”, disse ao Metrópoles.

Para os bombeiros, considerando as características do cadáver, a morte pode ter ocorrido em um período máximo de 48 horas. O homem tem algumas tatuagens nas costas – são imagens que parecem guerreiros ou Jesus Cristo. O CBMDF atendeu a ocorrência com três viaturas e oito militares. O local permaneceu aos cuidados da Polícia Civil

Autor / Fonte: Metropoles

Leia Também