Raupp convida Confúcio para disputar o Senado

Raupp convida Confúcio para disputar o Senado

 O senador Valdir Raupp e o presidente do diretório regional do PMDB, que deverá em breve retornar a sigla antiga, o MDB, de Rondônia e suplente de senador Tomas Corrêa reuniram a imprensa na manhã desta sexta-feira (12), na sede do partido em Porto Velho. Raupp e Tomás anunciaram o convite oficial ao governador Confúcio Moura (PMDB), a disputar o Senado nas eleições de outubro próximo.

Segundo Raupp, devido as constantes especulações envolvendo o governador Confúcio, que ele iria deixar o partido motivaram a coletiva à imprensa. “Eu e o Tomás estivemos na residência do governador em Ariquemes esta semana convidando-o a disputar o Senado”, afirmou o senador.

Raupp e Confúcio são parceiros desde 1994, quando ele se elegeu governador e Confúcio ao seu primeiro mandato de deputado federal atendendo pedido do amigo Valdir Raupp. Confúcio foi deputado durante três mandatos. Mais uma vez atendendo Raupp se elegeu prefeito de Ariquemes e posteriormente foi reeleito para um segundo mandato.

Em 2010 não foi diferente. Raupp argumentou que novamente convenceu Confúcio a disputar o governo do Estado e a reeleição em 2014. “Agora estamos convocando o governador para caminharmos juntos nas eleições deste ano”, afirmou o senador.

No contato mantido com o governador em Ariquemes, quando Raupp e Tomás formalizaram o convite a Confúcio, também ficou definido que o pré-candidato a governador do partido é o presidente da Assembleia Legislativa (Ale), Maurão de Carvalho (PMDB). Os próximos passos serão para formalização de alianças, escolha do candidato a vice-governador e dos candidatos à Câmara Federal e Assembleia Legislativa.

“Maurão é o candidato que mais cresce nas pesquisas”, segundo Raupp, que tem como hábito na sua longa caminhada política trabalhar com números reais.

O presidente da Ale, Maurão de Carvalho, disse estar satisfeito com o ato de Confúcio, aceitando o convite para uma futura disputa pelo Senado. “Acabamos com as dúvidas, ajustamos ainda mais o partido e também acabamos com as especulações”, concluiu Maurão.

Autor / Fonte: ASCOM

Leia Também