Táxi compartilhado pressionado a elevar tarifa, governador fora da eleição da Mesa Diretora da Ale, mudança no secretariado do prefeito da capital

Pressão – Um colega de profissão utilizou o serviço de táxi compartilhado, que é utilizado em Porto Velho. O preço padrão da “corrida” é de R$ 5, não importa o destino, desde que esteja dentro do itinerário. Ao comentar com o motorista sobre a paralisação do transporte coletivo urbano da capital, o colega ficou sabendo, que um representante do consórcio SIM teria procurado o taxista sugerindo, que a categoria elevasse o preço para R$ 7, para que eles (Consórcio SIM) possam elevar a tarifa (hoje é R$ 3,80) para R$ 4,50. Seria uma maneira de pressionar a prefeitura a conceder o ajuste desproporcional e fora da realidade para uma frota sucateada e sem as mínimas condições de atender a demanda de Porto Velho no segmento.

Transporte – Desde ontem (21) que Porto Velho está sem transporte coletivo urbano. Motoristas e cobradores entraram em greve alegando atraso no pagamento do Consórcio SIM, de apenas uma empresa com seus funcionários. Ocorre que, apesar de os transtornos causados à população trabalhadora, a que mais depende do ônibus para trabalhar, desta vez o impacto não foi como em greves anteriores, quando comércio, órgãos públicos, trabalho informal ficaram com prejuízo enorme. A paralisação do transporte coletivo não atingiu diretamente o povo trabalhador, graças à opção do táxi compartilhado.

Presidente – A disputa pela presidência da futura Mesa Diretora da Assembleia Legislativa continua acirrada nos bastidores. Na solenidade de entrega do novo prédio da Ale, hoje pela manhã, o atual presidente, Maurão de Carvalho (MDB-Andreazza) ao saudar o deputado reeleito Laerte Gomes (PSDB/Ji-Paraná) chegou a dizer “futuro presidente”. Laerte é um dos candidatos, com apoio de Maurão, mas Eurípedes Lebrão (MDB-São Francisco), 1º secretário da Ale; Alex Redano (PRB-Ariquemes) e Jean Oliveira (MDB-Alta Floresta) são candidatos. A definição somente no próximo dia 1º, após a posse dos novos deputados reeleitos e eleitos em outubro último.

Presidente II – Na inauguração da nova sede da Ale, hoje (22), o governador Marcos Rocha (PSL) falou sobre a eleição da nova Mesa Diretora no próximo dia 1º. Disse que não há interesse em participar da eleição. “Eu convivi com todos os deputados e tenho também conversado com os novos deputados. Não tenho problemas com nenhum deles, me dou muito bem com todos eles. Todos eles já me ajudaram, já estenderam a mão os que estão nessa legislatura em relação às ações do Estado”. De fato os poderes são independentes, mas a parceria é necessária. O governo está no primeiro mês, vamos conferir como ficará quando completar, pelo menos, cem dias.

Saúde – Além do retorno de Ivonete Gomes ao comando da Semes (V. nota no Respigo) o prefeito de Porto Velho, Hildon Guedes (PSDB) fará mais mudanças na sua equipe de trabalho nos próximos dias. Um dos objetivos do prefeito é ajustar o secretariado e buscar o melhor atendimento ao munícipe, Hildon pretende disputar a reeleição em 2020. Uma das prioridades é a área de saúde que não consegue atender de forma eficiente a população. O ex-presidente da Câmara Municipal, vereador e médico Maurício Carvalho (PSDB) deverá assumir a Semusa (Saúde) nos próximos dias.

Respigo

O 1º secretário da Assembleia Legislativa (Ale), deputado Eurípedes Lebrão (MDB-São Francisco) esteve prestigiando na última segunda-feira a posse do novo presidente da Emater-RO, Luciano Brandão. Ele é médico veterinário, funcionário de carreira da Emater e foi empossado pelo governador Marcos Rocha (PSL) +++ Na manhã de hoje (22) o presidente da Assembleia Legislativa (Ale), Maurão de Carvalho (MDB-Andreazza) entregou o novo prédio da Casa do Povo em solenidade prestigiada pelo governador Marcos Rocha, presidente do Tribunal de Justiça, Walter Waltenberg e dezenas de convidados especiais. O prédio foi iniciado, ainda, na presidência do ex-deputado Neodi Carlos e concluído agora, com Maurão de Carvalho +++ Como a coluna já havia antecipado, a jornalista Ivonete Gomes reassumiu a Secretaria de Esportes e Lazer (Semes) de Porto Velho. Ela tinha se afastado para disputar uma vaga na Ale, foi bem votada, mas não se elegeu.

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

LAVATO CAR

Comentários

Leia Também

 
Loading...