Temer não quer deixar cargo como 'sujeito que incorreu em falcatruas'

Temer não quer deixar cargo como 'sujeito que incorreu em falcatruas': Presidente afirma que quer se dedicar a um processo de recuperação moral neste ano

© Reuters / Adriano Machado 

O presidente Michel Temer disse que não vai deixar a presidência como um "sujeito que incorreu em falcatruas". Frase surgiu durante sua entrevista ao jornal 'Folha de S. Paulo', a respeito do afastamento de quatro vice-presidentes da Caixa.

Temer decidiu sobre o afastamento na terça-feira (13) e negou que tenha demorado a afastar os vice suspeitos de corrupção.

"Não conhecia os pormenores da investigação. Como confesso que não conheço até hoje. Na minha função, não consigo acompanhar caso por caso. Esses casos têm de ser avaliados e não estou os incriminando. Acho que, cautelarmente, você os afasta para que depois o Conselho possa examinar. Porque também, se não tiverem culpa, eles podem até retornar a seu cargos. Se tiverem, não retornam", explica Temer.

O presidente se defende de ter seu nome ligado a possíveis práticas suspeitas relacionadas ao caso. Em entrevista a coluna 'Poder', ele diz que está se dedicando, em 2018, à "recuperação moral".

"O que fizeram comigo foi uma coisa desastrosa. Aliás, podem registrar que os meus detratores estão na cadeia. Quem não está na cadeia está desmoralizado. Mas a todo momento qualquer coisa é o presidente da República", diz.

Em seguida, Temer reforça a afirmação, alegando que não sairá da presidência com "pecha de um sujeito que incorreu em falcatruas".

https://www.msn.com/pt-br/noticias/crise-politica/temer-n%C3%A3o-quer-deixar-cargo-como-sujeito-que-incorreu-em-falcatruas/ar-AAuVllf?li=AAggXC1

Autor / Fonte: Notícias ao Minuto

Leia Também